O que Precisa para Ter uma Loja Virtual?

O que Precisa para Ter uma Loja Virtual?

Em 2016 o e-commerce brasileiro faturou R$ 44,4 bilhões e a perspectiva para 2017 é que supere os R$ 47 bilhões. São muitos os motivos que levam as pessoas a investirem nesse segmento. Ter uma loja virtual passou a ser interesse para muitos empreendedores, que viram com bons olhos o mercado digital.

A facilidade de comprar sem sair de casa, os preços mais em conta, quando comparados com algumas lojas físicas e as variedades existentes são alguns dos pontos-chave para o sucesso do setor.

Essa grande versatilidade e variedade presente no ambiente virtual tem despertado o interesse também dos empreendedores que querem abrir seu próprio negócio. Se esse é o seu caso, vamos ajudá-lo. Acompanhe abaixo algumas dicas importantes para começar o seu negócio.

APRENDA COMO TER UMA LOJA VIRTUAL

Não existe uma fórmula mágica do sucesso, mas um caminho a seguir que começa com um bom planejamento, incluindo objetivos, um modus operandi, entre outros fatores necessários para o andamento do negócio. Vamos a eles:

1. DEFINA O NICHO DE ATUAÇÃO

Optar por um nicho evita concorrência com os grandes empreendedores do mercado e permite que você explore campos novos. O ideal é já ter uma experiência com ele, seja como vendedor ou consumidor, mas em ambos os casos vai exigir pesquisa e criatividade. Dessa forma será possível elaborar processos bem estruturados, capazes de atender as demandas e desejos do seu público.

2. ENTENDA A TECNOLOGIA POR TRÁS DA LOJA VIRTUAL

Não é preciso ser um programador para ter uma loja virtual. Basta conhecer as plataformas disponíveis e qual delas adapta-se melhor ao seu projeto. Existem uma série de ferramentas destinadas ao comércio B2B (Empresa para Empresa) e B2C (Empresa para Consumidor) que requerem conhecimento básico de informática para a gestão.

Ao escolher a plataforma mais interessante é preciso:

  • saber se ela vai suportar seu crescimento;
  • se oferece soluções de pagamentos;
  • se possui plugins para adição de ferramentas e atualizações constantes;
  • como é o atendimento;
  • quais as soluções de segurança oferecidas.

3. ESCOLHA UM INTERMEDIADOR DE PAGAMENTO

Intermediadores de pagamento facilitam a venda com cartão de crédito, boleto, Bitcoins, entre outras bandeiras. Os serviços podem ser instalados nas principais plataformas e algumas soluções dispõem de análise de riscos, para evitar fraudes ao e-commerce e ao consumidor.

4. BUSQUE FORMAS DE PROTEGER SUA LOJA VIRTUAL

Um certificado de proteção SSL (Secure Socket Layer) é o básico de segurança que um e-commerce precisa. Trata-se de uma ferramenta de proteção que criptografa as informações compartilhadas pelos consumidores, como dados bancários. Isso vai impedir que pessoas mal – intencionadas roubem as informações dos cadastros dos clientes.

Além dele, é importante contar com ferramentas de blindagem do site, como firewall para evitar ataques, políticas de segurança e análise de risco para compras feitas com cartão de crédito, por exemplo.

5. ESCOLHA BONS FORNECEDORES

É importante contar com fornecedores que atendam você na hora que precisar, ofereçam produtos de qualidade, bons preços e condições favoráveis para pagamento.

Caso não tiver como montar um estoque, há opções Just in time em que o e-commerce trabalha com o estoque do fornecedor e quando realizar a venda, o fornecedor enviará o produto para o seu cliente (cliente final). Dessa forma, o vendedor não precisará se preocupar com a logística.

Como mencionamos, para ter uma loja virtual é necessário se planejar e adequar os seus interesses com o do consumidor. Além disso, é importante medir os resultados e acompanhar o comportamento dos usuários para assim aperfeiçoar a estratégia e vender bem.

Espero ter te ajudado nesse artigo. Qualquer dúvida deixe seu comentário.

O que Precisa para Ter uma Loja Virtual?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *